Arquivos da categoria: Android

Lookout Antivirus & Security oferece proteção básica para seu Android

lookout_abre2-435px

 

 

 

 

 

Smartphones são um verdadeiro baú do tesouro com informações pessoais, e se você for descuidado não demora muito para que malfeitores consigam colocar as mãos em todos estes dados. Proteger o aparelho com uma senha é uma forma de se precaver contra ataques no mundo real, mas você também precisa ficar de olho em apps sorrateiros que estejam atrás de suas informações. O Lookout Security & Antivirus (Antivirus e Segurança |Lookout) é um app que o ajuda a defender seu aparelho contra todos os tipos de malfeitores, mas você terá de pagar alguns dólares por mês se quiser proteção realmente completa.

O Lookout está disponível gratuitamente no Google Play, e você pode usá-lo tanto com uma conta gratuita quanto uma conta Premium. A gratuita lhe dá acesso aos recursos básicos, como um antivírus e a capacidade de localizar seu aparelho remotamente.

Se você pagar US$ 3 mensais terá acesso a um “conselheiro de privacidade” que lhe mostra a quais informações cada app tem acesso. É como uma versão simplificada da janela de permissões que o Android mostra sempre que um app é instalado, mas as informações são apresentadas de uma forma que é mais fácil compreender. O Lookout Premium também lhe dá uma ferramenta de navegação segura, que avisa se você tentar acessar um site malicioso com o navegador de seu smartphone.

O antivírus do Lookout é executado automaticamente sempre que um novo app é instalado, e você pode configurá-lo para realizar varreduras automáticas em horários pré-determinados ou iniciar uma manualmente. De acordo com dados do AV-Test, um respeitado laboratório independente que testa produtos antivírus, o Lookout foi capaz de detectar 99% das ameaças às quais foi submetido.

É um bom resultado em comparação a outros apps de segurança para Android, e o quarto melhor em um ranking de aplicativos de segurança. Em todos os anos desde comecei a usar o Lookout, nunca vi o app alertar sobre algum malware em meu smartphone. Se você seguir precauções básicas (só instalar apps via Google Play, evitar apps piratas, etc) tem mais chances de encontrar um app que tenta violar sua privacidade do que uma ameaça real, como um trojan.

Uma desvantagem em deixar o Lookout rodar sempre que você instala um app é que isso pode deixar o smartphone mais lento, especialmente se você está instalado ou atualizando vários apps de uma vez só e não usa um aparelho dos mais poderosos. Deixar o programa rodando em segundo plano não pareceu ter um impacto negativo na autonomia de bateria, mas se você realmente se preocupa com isso pode desativar este comportamento na tela de configurações do app.

lookout_mapa-580px

 

Mesmo que você decida não pagar por uma conta Premium, o Lookout vale a pena por sua capacidade de localizar remotamente um smartphone. Basta fazer o login em lookout.com para ver a posição de seu aparelho em um mapa e até mesmo fazê-lo “gritar” para tornar mais fácil localizá-lo. O app também pode disparar um “sinalizador”, um e-mail com sua última localização conhecida caso a bateria comece a ficar fraca. Infelizmente os dois recursos mais úteis, que permitem bloquear remotamente um aparelho ou apagar todo o conteúdo de sua memória, são reservados para os usuários Premium.

A proteção oferecida pela versão gratuita do Lookout é básica, mas pode ser o suficiente para oferecer paz de espírito aos usuários. O app é uma boa escolha para famílias, já que é possível usar uma única conta para rastrear e gerenciar múltiplos aparelhos de uma só vez.

fonte: pcworld.uol.com.br

Surgem novas informações do Tegra TAB, suposto tablet Android da NVIDIA

001

A nVidia anda perdendo muito mercado para a Qualcomm e seus processadores Snapdragon, que são consideravelmente mais eficientes que sua linha própria Tegra. Um dos golpes mais duros recebidos foi quando Asus e Google abandonaram a empresa e preferiram equipar o Novo Nexus 7 com o S4 Pro 8064.

Na falta de parceiros (apesar de a Microsoft ainda manter a próxima geração do Surface RT com a linha Tegra, o que não é lá uma grande vantagem), a nVidia vai à luta lançando hardware próprio. Foi assim com o Shield, que a empresa não divulga números mas diz que as vendas tem sido “incríveis“, e recentemente surgiram indícios que a empresa também está em vias de lançar um tablet Android de 7 polegadas, chamado de Tegra TAB.

 

O tal tablet foi recentemente homologado pela FCC, e o manual de instruções incluído nos documentos denuncia que ele virá em dois sabores: uma normal e outra premium, que conta com uma stylus e saída micro-HDMI.

002

 

As fotos internas mostram que ele virá com processador Tegra quad-core de 1,8 GHz até então desconhecido, além de display IPS de 7″ com resolução de 1280 × 800 pixels, câmera frontal HD e bateria de 3.200 mAh. A versão premium possui além da caneta e porta HDMI uma câmera traseira de 5 megapixels, entrada para cartões SD e bateria mais potente, de 4.100 mAh. Ambas virão com Android 4.2 Jelly Bean.

Além disso o site chinês China DIY postou uma série de imagens do aparelho, entretanto a nVidia pode ter mudado de ideia sobre seu nome, já que a grafia aparece como “Tegra Note”. Nela é possível ver a stylus e uma capa protetora que pode ser dobrada para virar um suporte, tal qual a Smart Cover do iPad.

003

 

004

 

Ainda não há previsão de lançamento mas pelo menos é mais certo que o Tegra TAB (ou Note) seja de fato lançado diferente do Tegra Phoenix, um smartphone que era apenas um aparelho que serviu como referência por ser o primeiro a possui um processador Tegra compatível com LTE.

Fontes: GigaOM e ChinaDIY.